Friday, September 4, 2009

Reflexo

Rumo ao nosso refúgio.
Não estás lá, mas vejo-te.
Não te toco, mas sinto-te.
No silêncio, oiço-te.
No reflexo do meu olhar, vejo-te.

1 comment:

Hugo said...

E na boa vida se continua aha